quarta-feira, 2 de março de 2011

A SARGENTONA DILMA EXCLUI PDT DA REUNIÃO DE LÍDERES.

A presidente Dilma Rousseff reuniu nesta quarta-feira, pela primeira vez, todos os líderes de partidos aliados ao governo na Câmara, mas excluiu o PDT. A decisão reflete o comportamento dos pedetistas em relação ao salário mínimo, segundo o ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio.


"A reunião de hoje foi uma reunião em que a presidenta convidou os líderes que estão 100 por cento afinados com o governo", disse Luiz Sérgio a jornalistas para explicar a ausência.

Em seguida, se apressou em dizer que "não foi uma retaliação e que o PDT continua com o governo".

Na votação do salário mínimo na Câmara, em fevereiro, nove deputados do partido apoiaram a emenda do DEM que previa um reajuste do valor para esse ano de 560 reais, 15 reais a mais do que os 545 reais aprovados, segundo a proposta do Executivo.


Fonte: O Estadão




Um comentário:

  1. Retaliações serão a forma de disciplianar, os mais ideológicos!

    ResponderExcluir