terça-feira, 2 de agosto de 2011

OPOSIÇÃO CONSEGUE ASSINATURAS PARA CRIAR CPI DOS TRANSPORTES.

Preto no branco – O senador paranaense Alvaro Dias, líder tucano no Senado, acredita que o Palácio do Planalto poderá acionar o seu “rolo compressor” na tentativa de inviabilizar a CPI dos Transportes, ainda no nascedouro. O foco é investigar suposta corrupção no ministério dos Transportes e no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), assunto polêmico que ganhou reforço após o discurso do ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM), que retornou que reassumiu o mandato de senador. Mas o parlamentar tucano ele espera que a oportunidade de investigar resista à pressão palaciana.
“Nossa obrigação é tentar realizar uma investigação de profundidade, adotando todos os expedientes possíveis de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Agora, não podemos gerar falsa expectativa porque sabemos da força que tem o rolo compressor do governo. CPI, isso é dito sempre: sabe-se como começa, não se sabe como termina. Temos que realizar todos os esforços para que ela termine bem, cumprindo seu papel de investigar”, disse.
As denúncias serão encaminhadas ao Ministério Público a fim de que a responsabilização ocorra. “Se nós tivermos uma CPI com a presidência da situação ou da oposição e a relatoria da oposição e da situação, compartilhando a responsabilidade do comando, certamente nós teremos condições de obter sucesso”, disse Alvaro Dias, que por precaução espera conseguir mais uma assinatura, mesmo acreditando que dificilmente haverá alguma desistência.
Citado em matéria publicada anteriormente por este site como um dos signatários do pedido de criação da CPI dos Transportes, o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) informou, por meio de sua assessoria, que não aderiu ao projeto da oposição. Momentos antes, a assessoria do senador Alvaro Dias confirmou à reportagem do ucho.info que Silveira assinara o documento. A matéria anterior foi complementada com tal informação.
Lista dos senadores que assinaram o requerimento para a criação da CPI
PMDB (4)
Jarbas Vasconcelos (PE)
Pedro Simon (RS)
Roberto Requião (PR)
Ricardo Ferraço (ES)
PSDB (10)
Alvaro Dias (PR)
Aécio Neves (MG)
Aloysio Nunes Ferreira Filho (SP)
Cícero Lucena (PB)
Cyro Miranda (GO)
Lúcia Vânia (GO)
Ataídes Oliveira (TO)
Flexa Ribeiro (PA)
Mário Couto (PA)
Paulo Bauer (SC)
Democratas (5)
Demóstenes Torres (GO)
José Agripino (RN)
Maria do Carmo (SE)
Jayme Campos (MT)
Kátia Abreu (TO)
Partido Progressista (2)
Ana Amélia (RS)
Reditário Cassol (RO) (27ª assinatura)
PDT (3)
Pedro Taques (MT)
João Durval (BA)
José Perrela (MG) (26ª assinatura)
PMN (1)
Sérgio Petecão (AC)

Fonte: Ucho/Info

Um comentário:

  1. Há anos o Supremo Tribunal Federal tem um suas mãos o processo do mensalão, o maior esquema de corrupção já montado neste pais.

    O STF indiciou por unanimidade, 40 políticos ligados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O Ministros indiciaram estes corruptos com base em provas levantadas pela Policia Federal, pelas Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito e pela Procuradoria Geral da Republica.

    O caso está ficando esquecido. O PT montou um esquema bem montado para desacreditar os relatórios e provas levantados.

    Este caso não pode acabar em pizza como acontece tantas vezes em nosso Brasil. Dinheiro público foi desviado para beneficiar os detentores do poder.

    Não podemos permitir que este caso caia no esquecimento. Precisamos relembrar o povo dos acontecimentos.

    Lutamos com o que podemos, com nossos computadores e com a internet. Para isto criamos um site, Mensalão – Nunca antes na história deste pais - http://mensalao.ning.com/

    Convidamos os amigos a participar deste esforço se juntando a nós neste site.

    Contamos com a ajuda de todos os que querem ver um Brasil onde se valorizem os princípios de ética, honestidade e moral.

    ResponderExcluir